Petit Editora
Faça seu login ou cadastre-se!
0

Nenhum item no carrinho de compras

AUTORES


Pseudônimo de Hippolyte Léon Denizard Rivail. Nasceu em Lyon, na França, em 3 de outubro de 1804 e desencarnou em Paris, em 31 de março de 1869. Antes de dedicar-se ao Espiritismo, exerceu por trinta anos a tarefa de educador. Discípulo de Pestalozzi, foi autor de diversas obras didáticas, as quais o elevaram, na época, à  condição de respeitável estudioso e intelectual.
A partir de 1855, interessado no fenômeno das "mesas girantes", por intermédio das quais os espíritos se manifestavam, dedicou-se ao estudo dessas ocorrências consideradas sobrenaturais. Depois de extensa pesquisa, estudos e reuniões mediúnicas, lançou, em 18 de abril de 1857, em Paris, O Livro dos Espíritos, resumindo ensinamentos dos espíritos de ordem elevada, qualificando, pela primeira vez, de "espíritas" aqueles que adotassem a Doutrina Espírita como norma de vida. Em 1858, fundou a Sociedade Parisiense de Estudos Espíritas e a Revista Espírita. Anos depois de sua morte, seus fiéis continuadores publicaram Obras Póstumas, textos inéditos de sua autoria sobre sua iniciação no Espiritismo e também sobre as bases para o desenvolvimento e propagação da Doutrina Espírita.


Médium e orador, nasceu em Duartina, estado de São Paulo. Em 1968, mudou-se para São Paulo, com a intenção de estudar e trabalhar. Em 1976, graduou-se em Economia, época em que conheceu o Espiritismo. Desde 1981 é colaborador do Centro Espírita A Caminho da Luz, sediado no bairro da Água Rasa, em São Paulo (SP). Estudou na Federação Espírita do Estado de São Paulo (Feesp). Foi um dos conferencistas dos Congressos da Feesp de 2008 e 2011. Dedicado à psicografia de obras literárias, também colabora na área de assistência social. ncias consideradas sobrenaturais. Depois de extensa pesquisa, estudos e reuniões mediúnicas, lançou, em 18 de abril de 1857, em Paris, O Livro dos Espíritos, resumindo ensinamentos dos espíritos de ordem elevada, qualificando, pela primeira vez, de "espíritas" aqueles que adotassem a Doutrina Espírita como norma de vida. Em 1858, fundou a Sociedade Parisiense de Estudos Espíritas e a Revista Espírita. Anos depois de sua morte, seus fiéis continuadores publicaram Obras Póstumas, textos inéditos de sua autoria sobre sua iniciação no Espiritismo e também sobre as bases para o desenvolvimento e propagação da Doutrina Espírita.


  • Célia Xavier de Camargo

Célia Xavier de Camargo nasceu em Gália, estado de São Paulo. Residiu por muitos anos na cidade de Marília (SP), onde participou ativamente do movimento espírita da região. Casada, mãe de quatro filhos, é formada em Direito. Em 1980, iniciou-se na psicografia, publicando 15 obras de diversos autores espirituais. É membro da Sociedade Espírita Maria de Nazaré desde o início de suas atividades e uma das fundadoras do Lar Infantil Leão Pitta, ambos sediados em Rolândia, estado do Paraná, onde reside atualmente com a família. Escreve para o jornal O Imortal e outros órgãos espíritas. Pela Petit Editora, psicografou vários livros, entre eles Leon Tolstói por ele mesmo; Só o amor liberta; Asas da liberdade; Correntes do destino; É preciso recomeçar; O sol voltou a brilhar; e Um anjo em nossa vida. Póstumas, textos inéditos de sua autoria sobre sua iniciação no Espiritismo e também sobre as bases para o desenvolvimento e propagação da Doutrina Espírita.


  • Cristina Censon

Graduada em Economia pela UNICAMP, conheceu a Doutrina Espírita em 1985, num pequeno grupo espírita, onde trabalhou durante alguns anos. Em 1997, iniciou os estudos doutrinários na Instituição Espírita Seara Bendita, no qual trabalha até hoje, ministrando cursos e trabalhando na área de assistência espiritual. A comunicação entre os dois planos teve início desde seu contato com a Doutrina, e, nesta função, falando ou escrevendo, vem sendo a intermediária das mensagens que os Espíritos desejam que sejam divulgadas, visando sempre o aprimoramento moral e o amparo nos momentos de provação. Cristina também é autora da obra Minha vida vai mudar, de 2010. e mesmo; Só o amor liberta; Asas da liberdade; Correntes do destino; É preciso recomeçar; O sol voltou a brilhar; e Um anjo em nossa vida. Póstumas, textos inéditos de sua autoria sobre sua iniciação no Espiritismo e também sobre as bases para o desenvolvimento e propagação da Doutrina Espírita.


  • Eduardo Rossatto

Professor de Língua e Literatura Inglesa há mais de trinta anos, Eduardo Rossatto nasceu numa família espírita em Garça, interior de São Paulo. Aos 8 anos de idade, mudou-se para São José do Rio Preto e, aos 18, transferiu-se para São Paulo, onde vive desde então. Trabalhador no movimento espírita na área de evangelização por meio de cursos e palestras, Eduardo acredita na instrução como poderosa ferramenta de autoconhecimento e amor ao próximo no processo de evolução espiritual. A essência divina do amor é seu primeiro livro publicado pela Petit Editora. style: normal'>Minha vida vai mudar, de 2010. e mesmo; Só o amor liberta; Asas da liberdade; Correntes do destino; É preciso recomeçar; O sol voltou a brilhar; e Um anjo em nossa vida. Póstumas, textos inéditos de sua autoria sobre sua iniciação no Espiritismo e também sobre as bases para o desenvolvimento e propagação da Doutrina Espírita.


  • Eurípedes Kühl

  • Gilvanize Balbino Pereira

  • Izabel Gomes

  • José Carlos de Lucca

  • Katia Eli Pereira & João Fernandes

  • Manolo Quesada

  • Marlene Saes

  • Miltes Carvalho Bonna

  • Ricardo Orestes Forni

  • Sarah Kilimanjaro

  • Tânia Fernandes de Carvalho

  • Vera Lúcia Marinzeck de Carvalho

  • Walkiria Kaminski

  • William Sanches


    Newsletter
  • Cadastre-se e receba nossas últimas novidades e ofertas em seu e-mail